Nossas Notícias


28/03/2011

Conjuntivite

Conjuntivite
 
É uma doença comum na época do verão. Não é uma doença grave, mas é incômoda e transmissível, por isso deve ser tratada para não se transformar numa epidemia.
 
Inicia em um olho e normalmente passa para o outro. É transmitido de pessoa para pessoa, principalmente através de objetos contaminados quando não são observados cuidados de higiene pessoal, principalmente a lavagem habitual das mãos.
 
A contaminação ocorre com maior facilidade em ambientes coletivos como: escolas, creches, fábricas, transportes coletivos e outros.
 
 
Pode ser viral ou bacteriana
 
A conjuntivite viral apresenta uma secreção esbranquiçada e em pouca quantidade. Leva aproximadamente 15 dias para curar.
 
C conjuntivite bacteriana produz secreção amarelada em abundância e leva de 3 a 5 dias para curar com tratamento adequado.
 
Sintomas da conjuntivite:
 
- Olhos avermelhados;
- Lacrimejamento;
- Sensação de areia nos olhos;
- Pálpebras inchadas e avermelhadas;
- Secreção amarela nos cantos dos olhos ou nas bordas das pálpebras;
- Intolerância à luz;
- Pálpebras grudadas ao despertar;
- Visão borrada.
 
Evite a conjuntivite com os seguintes cuidados de higiene pessoal:
 
- Lave as mãos e o rosto com frequência;
- Evite coçar os olhos;
- Lençóis, travesseiros e toalhas devem ser individuais;
- Evite o uso de lápis, lenço, copo, travesseiros e outros objetos de uso pessoal de quem está com     conjuntivite;
- Evite frequentar piscina.
 
O tratamento é simples
 
- Ferva de meio a um litro de água limpa;
- Coloque a água em um vidro esterilizado (fervido em água limpa) e conserve-a em geladeira;
- De tempo em tempo, umedeça um algodão com essa água fervida e gelada e lave os olhos;
- Ao acordar, quando a vista estiver grudada, vá lavando e limpando com algodão umedecido nesta água;
- Lave sempre as mãos e evite coçar os olhos;
- Trocar as fronhas diariamente;
- Se você observar que a secreção é purulenta (amarelada) e em abundância, deve ser a conjuntivite bacteriana;
- Para amenizar vá fazendo a lavagem com água fervida gelada, mas procure um médico oftalmologista para um diagnóstico preciso e indicação de um medicamento adequado para combatê-la.
 
Atenção para os seguintes cuidados
 
- Lavar as mãos e rosto com água e sabão com frequência;
- Evitar atividades em grupo enquanto a secreção ocular estiver presente;
- Limpar com álcool 70% as superfícies que foram tocadas por pessoas com conjuntivite.
 
Quando encaminhar para oftalmologista?
 
Quando apresentar:
- Secreção excessiva – pode ser bacteriana;
- Vermelhidão da conjuntiva/inchaço excessivo;
- Perda da acuidade visual.

Ouvidoria

Prezado cliente, para abrir uma solicitação na ouvidoria é imprescindível ter finalizado sua solicitação feita ao SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente). Deseja continuar o atendimento na ouvidoria?